O INSTITUTO PIETISTA DE CULTURA (IPC) é um Instituto Teológico mantido pela IBRM (Igreja Batista Renovada Moriá). A sua missão é promover o ensino do pensamento cristão dentro de uma perspectiva interdisciplinar, combinando o aspecto acadêmico da teologia com o aspecto devocional da fé.

O IPC se propõe a oferecer cursos livres de teologia em nível médio e superior. Além disso, pretende oferecer cursos de extensão em temas teológicos específicos de caráter apologético e transdisciplinar. Os referidos cursos de extensão proporcionarão suporte aos Seminários e Faculdades Teológicas existentes, oferecendo a oportunidade de complementação e especialização dos estudos.

O IPC também oferecerá Cursos de Pós-Graduação em convênio com Instituições de Ensino Superior já credenciadas pelo MEC.

O corpo docente do IPC é formado por professores graduados e pós-graduados (especialização, mestrado, doutorado) em Universidades credenciadas pelo MEC e pela CAPES. Alguns de nossos professores também são professores de Universidades Federais e Estaduais, tendo ampla experiência em cargos de coordenação, em composição de currículos universitários e em assessoria de autorização e reconhecimento de cursos de graduação junto ao MEC.

Os professores do IPC têm também ampla produção cultural através da publicação de livros e de artigos em revistas e jornais especializados. O Jornal TOCHA DA VERDADE é um periódico teológico vinculado ao IPC. As obras da Editora Moriá também dão especial atenção aos temas de aprofundamento do IPC.

POR QUE É PIETISTA?

No século XVII, após a morte de Martinho Lutero, as igrejas protestantes na Alemanha se entregaram a disputas teológicas, negligenciando o aspecto experimental e prático da fé. Nesse instante, Filipe Jacob Spener apareceu em cena através de seu livro “Desejos de Piedade” (1675). Ele protestava contra a crença popular de que a pessoa podia se considerar cristã pelo simples batismo infantil. Contra isso, ele interpunha a exigência do novo nascimento como uma experiência pessoal. Spener não se opôs a teologia, mas insistiu na importância dos estudos bíblicos acontecerem em um contexto de fervor espiritual. Ele enfatizou a fé viva contra a ortodoxia morta.

Spener introduziu um sistema de grupos de estudos bíblico nos lares e ressaltou o sacerdócio universal dos crentes. Os seus “colégios de piedade” inspiraram as “sociedades metodistas” na Inglaterra. O pietismo alemão correspondeu ao evangelicalismo anglo-saxão.

O convertido mais importante de Spener foi A. H. Francke (1663-1727), outro grande líder do movimento pietista antigo. Francke fundou uma nova universidade dentro da orientação pietista.

A influência do pietismo foi poderosa. O afilhado de Spener, Conde Zinzendorf, importante líder dos irmãos morávios, trouxe grande impulso ao movimento missionário evangélico. Através dos irmãos Morávios, John Wesley se converteu na Inglaterra, e, pelo seu ministério, a Inglaterra conheceu o maior avivamento espiritual de sua história.

O IPC é pietista porque ressalta uma fé viva, um cristianismo experimental, o fervor evangélico e missionário. Como M. Lloyd-Jones, compreendemos a pregação e o ensino como “razão eloqüente” e “lógica em chamas”!

POR QUE “DE CULTURA”?

Por que visa a uma formação interdisciplinar que capacite os alunos a argumentarem a favor da fé cristã em um ambiente acadêmico secular. A nossa preocupação é com o equilíbrio entre “identidade e relevância”. Pretendemos argumentar nos “jogos de linguagem” dos acadêmicos, mas sem fazer concessões no conteúdo bíblico de nossa fé.

Oferecemos formação teológica capaz de não ser abalada pelas modernas críticas do pensamento secularizado.

PREFÁCIO do Dr. Russell P. Shedd ao livro Lições das Crônicas de Nárnia de autoria do Dr. Glauco Barreira Magalhães Filho (Diretor do IPC)


Desde os anos 50, tenho tido grande prazer em ler os livros de C.S. Lewis.  Trouxe para a língua portuguesa, por intermédio da Edições Vida Nova, os livros populares:  The Screwtape Letters ( “Cartas do Inferno”), Mere Christianity (“Razão do Cristianismo”)  e (Transposition and Other Essays, “O Peso da Glória”).  Lewis me fascina por duas razões:  Sua habilidade de raciocinar persuasivamente, e mais ainda, sua capacidade de usar palavras para estimular a imaginação.  Agora, por meio deste livro escrito pelo pastor e professor Glauco, o leitor terá acesso a outras qualidades extraordinárias deste professor cristão de literatura da Cambridge University na Inglaterra, sendo  principal entre elas o seu profundo domínio da filosofia e teologia, mesmo sendo leigo.   Considero um privilégio penetrar o pensamento de Lewis, conduzido  por um guia que comprova uma compreensão profunda e esclarecedora das conhecidas Crônicas de Nárnia.
Não esperava ler um livro que viesse iluminar tão nitidamente as fascinantes verdades teológicas escondidas nas páginas das Crônicas de Nárnia. Entre elas, a observação de que o Deus infinito não pode ser fruto da imaginação, pois, não corresponde a nada percebido pelos nossos sentidos. Temos aqui também uma explicação porque existe a pressão para divinizar Maria na Igreja Católica.
            O Prof. Glauco percebe o conceito do mal como o não ser, de modo que  na mitologia da feiticeira branca, ela pode tirar a vida ou transformar um ser vivo numa estátua.  Aslam, que representa Deus, por outro lado exerce poder criativo.  Os personagens que tem  contato amoroso com Ele são gradativamente transformados em seres melhores, mais bondosos.  Esta visão da realidade apresentada por Lewis, uma vez desvendada pelo autor nesta obra, é muito sugestiva.
As lições que o Prof. Glauco extrai das Crônicas e de O Senhor dos Anéis de Tolkien, que era um amigo chegado de Lewis, são extremamente valiosas.  Além de explicar o simbolismo por trás  da ficção, há penetrantes discussões acerca do mal, de Satanás, da consciência humana, e da igualdade dos dois sexos, sem serem criados para exercer as mesmas funções.
Acredito que em cada página o leitor encontrará vislumbres de realidades espirituais e morais.  É uma obra altamente recomendável que não deixará  de fazer bem para todos que puderem ver as verdades aqui escondidas.
A Deus toda a glória!

Russell P. Shedd

Livro Lições das Crônicas de Nárnia
Para adquirí-lo, entre em contato conosco.
Preço: R$ 28,00 - Publicado pela Abba Press


Nenhum comentário:

Postar um comentário