O INSTITUTO PIETISTA DE CULTURA (IPC) é um Instituto Teológico mantido pela IBRM (Igreja Batista Renovada Moriá). A sua missão é promover o ensino do pensamento cristão dentro de uma perspectiva interdisciplinar, combinando o aspecto acadêmico da teologia com o aspecto devocional da fé.

O IPC se propõe a oferecer cursos livres de teologia em nível médio e superior. Além disso, pretende oferecer cursos de extensão em temas teológicos específicos de caráter apologético e transdisciplinar. Os referidos cursos de extensão proporcionarão suporte aos Seminários e Faculdades Teológicas existentes, oferecendo a oportunidade de complementação e especialização dos estudos.

O IPC também oferecerá Cursos de Pós-Graduação em convênio com Instituições de Ensino Superior já credenciadas pelo MEC.

O corpo docente do IPC é formado por professores graduados e pós-graduados (especialização, mestrado, doutorado) em Universidades credenciadas pelo MEC e pela CAPES. Alguns de nossos professores também são professores de Universidades Federais e Estaduais, tendo ampla experiência em cargos de coordenação, em composição de currículos universitários e em assessoria de autorização e reconhecimento de cursos de graduação junto ao MEC.

Os professores do IPC têm também ampla produção cultural através da publicação de livros e de artigos em revistas e jornais especializados. O Jornal TOCHA DA VERDADE é um periódico teológico vinculado ao IPC. As obras da Editora Moriá também dão especial atenção aos temas de aprofundamento do IPC.

POR QUE É PIETISTA?

No século XVII, após a morte de Martinho Lutero, as igrejas protestantes na Alemanha se entregaram a disputas teológicas, negligenciando o aspecto experimental e prático da fé. Nesse instante, Filipe Jacob Spener apareceu em cena através de seu livro “Desejos de Piedade” (1675). Ele protestava contra a crença popular de que a pessoa podia se considerar cristã pelo simples batismo infantil. Contra isso, ele interpunha a exigência do novo nascimento como uma experiência pessoal. Spener não se opôs a teologia, mas insistiu na importância dos estudos bíblicos acontecerem em um contexto de fervor espiritual. Ele enfatizou a fé viva contra a ortodoxia morta.

Spener introduziu um sistema de grupos de estudos bíblico nos lares e ressaltou o sacerdócio universal dos crentes. Os seus “colégios de piedade” inspiraram as “sociedades metodistas” na Inglaterra. O pietismo alemão correspondeu ao evangelicalismo anglo-saxão.

O convertido mais importante de Spener foi A. H. Francke (1663-1727), outro grande líder do movimento pietista antigo. Francke fundou uma nova universidade dentro da orientação pietista.

A influência do pietismo foi poderosa. O afilhado de Spener, Conde Zinzendorf, importante líder dos irmãos morávios, trouxe grande impulso ao movimento missionário evangélico. Através dos irmãos Morávios, John Wesley se converteu na Inglaterra, e, pelo seu ministério, a Inglaterra conheceu o maior avivamento espiritual de sua história.

O IPC é pietista porque ressalta uma fé viva, um cristianismo experimental, o fervor evangélico e missionário. Como M. Lloyd-Jones, compreendemos a pregação e o ensino como “razão eloqüente” e “lógica em chamas”!

POR QUE “DE CULTURA”?

Por que visa a uma formação interdisciplinar que capacite os alunos a argumentarem a favor da fé cristã em um ambiente acadêmico secular. A nossa preocupação é com o equilíbrio entre “identidade e relevância”. Pretendemos argumentar nos “jogos de linguagem” dos acadêmicos, mas sem fazer concessões no conteúdo bíblico de nossa fé.

Oferecemos formação teológica capaz de não ser abalada pelas modernas críticas do pensamento secularizado.

Edital de processo seletivo



PROCESSO SELETIVO
EDITAL N° 01/2013 DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES
O PRESIDENTE DO INSTITUTO PIETISTA DE CULTURA (FORTALEZA-CE)
faz saber que será realizado em locais, data e horários a serem oportunamente
divulgados, Processo Seletivo para provimento de vagas do curso em Teologia básica e Teologia Avançada, o qual reger-se-á de acordo com as instruções que fazem parte deste Edital, na forma a seguir discriminada.
INSTRUÇÕES ESPECIAIS
1) O Processo Seletivo do Instituto Pietista de Cultura, para o primeiro semestre de 2014, será constituído de uma fase, a saber:
a) Para o curso de Teologia Básica – Pré-requisito: nível fundamental
a.1) constará de uma prova objetiva que avaliará as competências e habilidades desenvolvidas pelos candidatos ao longo do ensino fundamental ou médio;
b) Para o curso de Teologia Avançada – Pré-requisito: nível médio completo
b.1) constará de uma prova objetiva e uma prova discursiva que avaliará as competências e habilidades desenvolvidas pelos candidatos ao longo do médio.
2) As vagas oferecidas para o ingresso no primeiro período regular de 2014 são em número de 30 (trinta), distribuídas no turno da forma a seguir:
CURSO
TURNO
VAGAS
Teologia Básica
Segunda, Quarta e Sexta
10
Teologia Avançada
Segunda, Quarta e Sexta
20

INSCRIÇÕES
3) As inscrições ocorrerão no período de 09 de dezembro/2013 a 10 de janeiro/2014, ou via INTERNET, através de informação de inscrição que deverá ser enviado para o e-mail institutopietistadecultura@yahoo.com.br, ou conforme item 3.2, devendo o candidato entregar a documentação necessária no caso de aprovação.
3.1) A taxa de inscrição será de R$ 20,00 (vinte reais) para os candidatos ao curso de Teologia Básica e de R$ 40,00 (quarenta reais) para os candidatos ao curso de Teologia Avançada;
3.2) O pagamento da taxa de inscrição deverá ser feito através de depósito na conta bancária No. 109391-6 Agência: 0675-0 (Banco do Brasil) em nome de Igreja Batista Renovada Moriá ou às quintas-feiras no seguinte endereço: rua Nogueira Acioli, 2195 – Joaquim Távora das 18h às 21h. (caso o pagamento seja feito por depósito bancário, o mesmo deverá ser digitalizado e enviado via e-mail para o endereço: institutopietistadecultura@yahoo.com.br) com os dados do candidato constantes do item 3.3;
3.3) Juntamente com o comprovante de pagamento efetuado por depósito bancário, o candidato deverá informar: nome completo, endereço completo, telefones para contato, e-mail e grau de escolaridade;
4) A confirmação da inscrição ocorrerá com o envio de e-mail do Instituto Pietista de Cultura.

DAS PROVAS
5) Do processo seletivo constarão das seguintes provas:

CURSO
PROVA
No. DE
PESO
CARÁTER
DURAÇÃO




QUESTÕES


DA PROVA


Teologia Básica
Português
10
3





Matemática
10
2
Classificatória
4h



História
10
3
e Eliminatória




Geografia
10
2




Teologia Avançada
Português
10
3





Matemática
10
1





História
10
3
Classificatória
4h



Geografia
10
1
e Eliminatória




Atualidades
10
2





Discursiva













5.1 o total de pontos da prova objetiva é 100 pontos;
5.2 o total de pontos da prova discursiva é 100 pontos;
5.3 será classificado o candidato que fizer pelo menos 50 pontos nas provas objetivas, critério para ambos os cursos, não zerando em nenhuma das provas, e nota 50 (cinquenta) na prova discursiva.
5.4 Na Prova Discursiva - Redação o candidato deverá desenvolver um texto dissertativo a partir de uma única proposta, sobre assunto de interesse geral.
5.5 Na Prova Discursiva – Redação, considerando-se que o texto constitui uma unidade, os itens discriminados a seguir serão avaliados para fins da nota:
5.5.1 Conteúdo – até 40 (quarenta) pontos:
a) capacidade de análise e senso crítico em relação ao tema proposto;
b) consistência dos argumentos, clareza e coerência no seu encadeamento.
5.5.2 A nota será prejudicada, proporcionalmente, caso ocorra abordagem tangencial, parcial ou diluída em meio a divagações e/ou colagem de textos e de questões apresentados na prova.
5.5.3 Estrutura – até 30 (trinta) pontos:
a) respeito ao gênero solicitado;
b) progressão textual e encadeamento de ideias;
c) articulação de frases e parágrafos (coesão textual).
5.5.4 Expressão – até 30 (trinta) pontos:
a) desempenho linguístico;
b) adequação do nível de linguagem adotado à produção proposta e coerência no uso;
c) domínio da norma culta formal, com atenção aos seguintes itens: estrutura sintática de orações e períodos, elementos coesivos; concordância verbal e nominal; pontuação; regência verbal e nominal; emprego de pronomes; flexão verbal e nominal; uso de tempos e modos verbais; grafia e acentuação.
DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS
6) Somente será admitido ao local de provas o candidato que estiver portando documento de identidade original que bem o identifique, como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos Públicos ou Conselhos de Classe que, por força de Lei Federal, valem como documento de identidade, como por exemplo, as da OAB, CREA, CRM, CRC etc.; Certificado de Reservista; Passaporte; Carteira de Trabalho e Previdência Social, Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia, na forma da Lei nº 9.503/97), bem como carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade.
6.1 Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, CPF, títulos eleitorais, carteira nacional de habilitação sem foto, carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade.
6.2 Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato.
6.3 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo 30 (trinta) dias, sendo então submetido a identificação especial, compreendendo coleta de dados, de assinaturas e de impressão digital em formulário próprio.
6.4 A identificação especial será exigida, também, do candidato cujo documento de identificação gere dúvidas quanto à fisionomia, à assinatura, à condição de conservação do documento e/ou à própria identificação.
6.5 Não haverá segunda chamada ou repetição de prova.
6.6 O candidato não poderá alegar quaisquer desconhecimentos sobre a realização da prova como justificativa de sua ausência.
6.7 O não comparecimento às provas, qualquer que seja o motivo, caracterizará desistência do candidato e resultará em sua eliminação do Concurso Público.
6.8 a data prevista para aplicação das provas objetiva e discursiva é 18/01/2014 das 8h às 12h, com duração de 4 horas, devendo o candidato apresentar-se com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário previsto para seu início, munido de caneta esferográfica transparente, de tinta preta ou azul, documento de identidade com foto e prancheta.
6.9 o local da aplicação da prova será no templo da Igreja Batista Renovada Moriá, situado na rua Nogueira Acioli, 2195, Joaquim Távora, Fortaleza, Ceará.
6.10 as provas objetivas serão de múltipla escolha, contendo 04 (quatro) opções (A, B, C e D), sendo uma somente a verdadeira;
6.11 o gabarito será entregue após o início da prova, ficando o candidato responsável pelo seu devido preenchimento;
6.12 o candidato deverá marcar somente uma opção no gabarito; qualquer rasura ou mais de uma opção marcada, a questão será anulada;
6.13 Durante a realização das Provas não será permitida nenhuma espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, códigos, manuais, impressos ou quaisquer anotações.
6.14 Poderá ser excluído do Processo Seletivo o candidato que:
a) apresentar-se após o horário estabelecido, não se admitindo qualquer tolerância;
b) apresentar-se em local diferente da convocação oficial;
c) não comparecer às provas, seja qual for o motivo alegado;
d) não apresentar documento que bem o identifique;
e) ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal;
f) ausentar-se do local de provas antes de decorrida uma hora do início das provas;
g) ausentar-se da sala de provas levando Folha de Respostas, Caderno de Questões ou outros materiais não permitidos;
h) lançar mão de meios ilícitos para a execução das provas;
i) não devolver integralmente o material recebido;
j) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido;
k) for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de livro, anotação, impresso não permitido ou máquina calculadora ou similar;
l) estiver fazendo uso de qualquer espécie de relógio e qualquer tipo de aparelho eletrônico ou de comunicação tais como: telefone celular, tablets ou outros equipamentos similares;
6.14 o tema para a prova discursiva será escolhido relacionando algum fato histórico à Teologia;
6.15 em caso de empate na prova objetiva, o critério para desempate será, na sequência, maior nota na prova de língua portuguesa, maior nota na prova de história e maior idade.
RESULTADOS
7) a divulgação do gabarito será disponibilizado no blog do IPC no dia 19/01/2014.
7.1 a divulgação do resultado final será disponibilizada no blog do IPC a partir de 24/01/2014.
MATRÍCULA
8) A matrículas serão realizadas para os aprovados na prova objetiva (Teologia Básica) e nas provas objetiva e discursiva (Teologia Avançada);
8.1 Os aprovados deverão entregar nos dias 29 e 30 de janeiro de 2014 na rua Nogueira Acioli, 2195 – Joaquim Távora – Fortaleza – Ceará, das 18h às 21h, os seguintes documentos:
a) cópia do documento de identidade;
b) cópia do CPF;
c) cópia do certificado de conclusão do ensino fundamental (para Teologia Básica) e médio (para Teologia Avançada);
d) uma foto 3x4 colorida e recente, colada na ficha-requerimento.
9) Em caso de vagas remanescentes da 1ª chamada para matrícula, as inscrições de candidatos à 2ª chamada serão realizadas no mesmo local e horário do item 8.1, em 31 de janeiro de 2013.
10) O blog http://www.institutuopiestistadecultura.blogspot.com conterá as informações relativas ao Processo Seletivo do IPC. Outras informações poderão ser obtidas pelos telefones (85)9108-3394 e (85)8843.2284, ou pelo e-mail: institutopietistadecultura@yahoo.com.br.
11) Os valores das mensalidades serão de R$ 150,00 (Curso de Teologia Avançada) e R$ 100,00 (Curso de Teologia Básica). No ato da matrícula deverá ser paga a primeira parcela, ficando as outras para os dias 05 (cinco) de cada mês até o final do semestre, sendo a segunda mensalidade em 05/02/2014.
12) os cursos serão ministrados às segundas, quartas e sextas a partir das 18h30 e eventualmente no sábado em período diurno, podendo haver alguma alteração.
Fortaleza, 28 de Novembro de 2013
Glauco Barreira Magalhães Filho
PRESIDENTE DO IPC


Anexo I

Conteúdo Programático – Teologia Básica

Língua Portuguesa: Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Flexão nominal e verbal. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Emprego de tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência de crase. Pontuação. Intelecção de texto.

Matemática: Conjuntos: Noções básicas de conjuntos. Operações com conjuntos: união, interseção, diferença, complementação e produto cartesiano. Cardinalidade de conjuntos finitos. Raciocínio lógico-matemático. Conjuntos Numéricos: Conjunto dos números naturais (N), inteiros (Z), racionais (Q) e reais (R). Operações: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação nos conjuntos numéricos. Propriedades destas operações. Médias (aritmética e ponderada). Módulo e suas propriedades. Desigualdades. Intervalos. Sistema de Medida: comprimento, superfície, volume, tempo e massa.  Teoria Elementar dos Números: Números primos, algoritmo da Divisão. Sistemas de numeração. Critérios de divisibilidade. Máximo Divisor Comum (MDC) e Mínimo Múltiplo Comum (MMC). Princípio de indução finita. Proporcionalidade: Razões e proporções: propriedades. Regra de três simples e composta. Regra de sociedade. Porcentagem. Juros simples. Equação de 1º grau.

História: As Sociedades do Antigo Oriente Próximo: sociedade, economia e cultura (Egito, Fenícia, Pérsia, Mesopotâmia e Hebreus). Sociedades Escravistas da Antiguidade Clássica: sociedade, economia e cultura (Grécia e Roma). História do Brasil: Período Colonial: comunidades indígenas; expansão marítima e comercial portuguesa; Sistema Colonial; produção agrícola de exportação e trabalho escravo; Sociedade Colonial: vida rural e urbanização; Igreja e cultura; bandeirantismo, expansão pecuária e mineração; povoamento do espaço cearense. Período Imperial: transferência da Corte portuguesa para o Brasil e o processo de independência; Primeiro Reinado e Regência: instabilidade política e tensões sociais; Segundo Reinado: economia e política; ciência e literatura; crise do Império e Proclamação da República: urbanização, abolicionismo e imigração; abolição no Ceará; hegemonia urbana de Fortaleza.

Geografia: Geografia Geral: O meio-ambiente: a) relações entre clima, vegetação e solo; b) relacionamento do relevo com a estrutura geológica e as águas; c) as grandes paisagens naturais; zonas polares, desertos, montanhas, regiões temperadas e tropicais; d) degradação do meio-ambiente; e) conservação dos recursos naturais. Aspectos demográficos e econômicos: a) crescimento natural e sua relação com o crescimento econômico; b) a estrutura etária e por sexo, as atividades econômicas e a distribuição da renda; c) população urbana e população rural; d) as fontes de energia; e) as atividades primárias, secundárias e terciárias. Geografia do Brasil: O território brasileiro: ocupação, paisagens naturais e os grandes domínios morfoclimáticos. A população: crescimento demográfico, movimentos migratórios, etnias, estrutura ocupacional por idade e sexo e distribuição da renda. As atividades econômicas. A questão urbana. Contrastes regionais. A problemática nordestina no contexto nacional.

ANEXO II
Conteúdo Programático – Teologia Avançada

Língua Portuguesa: Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Flexão nominal e verbal. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Emprego de tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência de crase. Pontuação. Redação (confronto e reconhecimento de frases corretas e incorretas). Intelecção de texto.

Matemática: Conjuntos: Noções básicas de conjuntos. Operações com conjuntos: união, interseção, diferença, complementação e produto cartesiano. Cardinalidade de conjuntos finitos. Raciocínio lógico-matemático. Conjuntos Numéricos: Conjunto dos números naturais (N), inteiros (Z), racionais (Q) e reais (R). Operações: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação nos conjuntos numéricos. Propriedades destas operações. Médias (aritmética e ponderada). Módulo e suas propriedades. Desigualdades. Intervalos. Sistema de Medida: comprimento, superfície, volume, tempo e massa. Teoria Elementar dos Números: Números primos, algoritmo da Divisão. Sistemas de numeração. Critérios de divisibilidade. Máximo Divisor Comum (MDC) e Mínimo Múltiplo Comum (MMC). Princípio de indução finita. Proporcionalidade: Razões e proporções: propriedades. Regra de três simples e composta. Regra de sociedade. Porcentagem. Juros simples. Escalas. Geometria Plana: Triângulos e quadriláteros. Igualdade e semelhança de triângulos. Propriedades dos ângulos, lados, alturas e medianos de triângulos. Relações métricas nos triângulos. Circunferências, polígonos regulares e relações métricas. Áreas e perímetros. Geometria no Espaço: Retas e planos. Prismas, pirâmides, cilindros, cones e esferas. Poliedros e relação de Euler. Áreas e volumes.

História: A História como Ciência: conceitos e métodos; fato histórico, verdade e documento; tempo histórico e cronologia. As Sociedades do Antigo Oriente Próximo: sociedade, economia e cultura (Egito, Fenícia, Pérsia, Mesopotâmia e Hebreus). Sociedades Escravistas da Antiguidade Clássica: sociedade, economia e cultura (Grécia e Roma). A Alta Idade Média: economia, política e sociedade; feudalismo europeu; cultura medieval; processo de urbanização; sociedades medievais mediterrâneas: Muçulmanos e Bizantinos; a crise do feudalismo. Da Crise Feudal às Revoluções Burguesas: expansão marítima e comercial; Absolutismo, mercantilismo e colonização; o Antigo Sistema Colonial; Humanismo e Renascimento; as Reformas Protestantes; Iluminismo; Revolução Industrial: organização do trabalho e sistema de fábrica na sociedade capitalista; Revoluções Burguesas e Império Napoleônico. Período Contemporâneo: guerras de independência e formação das nações na América; doutrinas socialistas no século XIX: marxismo e anarcossindicalismo; Imperialismo europeu e partilha afro-asiática; Primeira Guerra Mundial; Revolução Russa de 1917 e formação da URSS; crise de 1929; regimes totalitários: stalinismo e nazi-fascismo; Segunda Guerra Mundial; descolonização na Ásia e na África; Guerra Fria; militarismo, movimentos populares e redemocratização na América Latina; a queda do Muro de Berlim e a derrocada dos regimes do Leste Europeu; cultura de massas e movimentos ecológicos; o fundamentalismo islâmico; formação de novos blocos de poder. História do Brasil: Período Colonial: comunidades indígenas; expansão marítima e comercial portuguesa; Sistema Colonial; produção agrícola de exportação e trabalho escravo; Sociedade Colonial: vida rural e urbanização; Igreja e cultura; bandeirantismo, expansão pecuária e mineração; povoamento do espaço cearense. Período Imperial: transferência da Corte portuguesa para o Brasil e o processo de independência; Primeiro Reinado e Regência: instabilidade política e tensões sociais; Segundo Reinado: economia e política; ciência e literatura; crise do Império e Proclamação da República: urbanização, abolicionismo e imigração; abolição no Ceará; hegemonia urbana de Fortaleza. Primeira República: política dos governadores, oligarquia e coronelismo; economia agrário-exportadora; industrialização e urbanização: remodelação e disciplinarização do espaço urbano; trabalhador assalariado e movimento operário; movimentos sociais: Cangaceirismo, Canudos, Contestado, Revolta da Vacina, Revolta da Chibata e a Sedição de Juazeiro do Norte; a Coluna Prestes; Interventorias no Ceará; a Igreja Católica e os movimentos sociais e políticos no Ceará (LCT, CTC e LEC). Anos 30 e Estado Novo: Estado e sociedade: legislação trabalhista e corporativismo; Revolução Constitucionalista de São Paulo; Integralismo e Igreja Católica; Aliança Nacional Libertadora (ANL) e a Revolução Comunista de 1935; redemocratização e reorganização partidária. Período Democrático: Trabalhismo, Nacional-desenvolvimentismo e a criação de órgãos de planejamento regional; cultura e comportamento nos anos 50; movimentos sociais no campo e na cidade; instabilidade e confronto político. Período Pós-64: Militarismo e Autoritarismo; movimentos culturais e sociais nos anos 60 e 70; vanguardas e guerrilha no Brasil; centralização político-administrativa; o novo movimento operário do ABC, greves, Diretas-Já e nova reorganização partidária; os governos civis pós regime militar; governos dos “coronéis” no Ceará e o projeto político empresarial a partir do primeiro Governo de Tasso Jereissati.

Geografia: Geografia Geral: O meio-ambiente: a) relações entre clima, vegetação e solo; b) relacionamento do relevo com a estrutura geológica e as águas; c) as grandes paisagens naturais; zonas polares, desertos, montanhas, regiões temperadas e tropicais; d) degradação do meio-ambiente; e) conservação dos recursos naturais. Aspectos demográficos e econômicos: a) crescimento natural e sua relação com o crescimento econômico; b) a estrutura etária e por sexo, as atividades econômicas e a distribuição da renda; c) população urbana e população rural; d) as fontes de energia; e) as atividades primárias, secundárias e terciárias. Geografia Regional: Caracterização e relações dos conjuntos de países: desenvolvimento-capitalista; subdesenvolvimento-capitalista; socialistas. Geografia e problemas básicos dos principais blocos de países: a) América Latina; b) América Anglo-Saxônica; c) Blocos de países africanos; d) Oriente Médio; e) o mundo indiano; f) o sudeste asiático; g) o extremo oriente; h) as diversidades dos países europeus. Geografia do Brasil: O território brasileiro: ocupação, paisagens naturais e os grandes domínios morfoclimáticos. A população: crescimento demográfico, movimentos migratórios, etnias, estrutura ocupacional por idade e sexo e distribuição da renda. As atividades econômicas. A questão urbana. Contrastes regionais. A problemática nordestina no contexto nacional. Geografia do Ceará: a) condições geoambientais; b) compartimentação regional, suas características e desafios; c) povoamento e atividades econômicas; d) região metropolitana de Fortaleza.

Atualidades: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como: segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia. Globalização. Compreensão dos problemas que afetam a vida da comunidade, do município, do estado e do país.

ANEXO III






ITEM
ATIVIDADE
DATAS PREVISTAS


1
Período de inscrições
09/12/13 a 10/01/14


2
Último dia de inscrição e pagamento
10/04/2014


3
Aplicação para as provas objetivas e discursivas
18/01/2014


4
Divulgação dos gabaritos
19/01/2014


5
Edital de resultado das provas objetivas e discursivas
24/01/2014


6
1ª chamada para matrícula
29 e 30/01/14


7
2ª chamada para matrícula
31/01/2014


8
Início do período letivo
03/02/2014